<
>

Ver também

Casa das Torres

O Olhar

Cineteatro António Lamoso

Na relação urbana do edifício, interveio-se na redefinição da entrada principal e na construção de uma nova fachada “cénica” no piso superior que passou a servir de superfície para a divulgação dos espetáculos.

No interior, manteve-se a estrutura compositiva e espacial do edifício, verificando-se nos processos de reabilitação, intervenções a diferentes níveis consoante as necessidades de cada espaço ou área.

No Foyer reorganizou-se o espaço, na sala de espetáculos e caixa de palco a correção acústica do teto e parede de fundo da sala e realizou-se a modernização do equipamento cénico e a substituição integral de todos os revestimentos, inclusivé cadeiras, correções ao nível do layout e espaçamento entre filas, adequando à legislação em vigor.

Arquitetura Gonçalo Louro | Sérgio Penas
Arquitetura de Cena João Aidos
Estruturas Fernando Lopes
Acústico Diogo Mateus
Hidráulicos Fernando Lopes
Eletricidade António Ferreira
ITED António Ferreira
AVAC Hugo Pereira

O Lugar

Este espaço faz parte da história de Santa Maria da Feira, carrega gerações e movimentos culturais, foi palco de espetáculos memoráveis e de sessões cinematográficas e culminou na aquisição pela Câmara Municipal da Feira em janeiro de 1996, sendo posteriormente designado de Cineteatro António Lamoso. Manteve-se em funcionamento, com programação regular do Cineclube da Feira de 1995 a 2001, encerrando definitivamente em 2012, para dar lugar às obras de reabilitação.

Cineteatro António Lamoso

A Obra

A primeira intervenção passou pela remoção da cobertura em chapas de fibrocimento e a sua substituição por painéis tipo sandwich com isolamento de lã de rocha. De seguida foi efetuado o reforço estrutural na zona do palco para receber os equipamentos da mecânica de cena.

Foram executadas novas infraestruturas (elétricas, hidráulicas e de climatização) e renovados os revestimentos de paredes, tetos e pavimentos, com especial atenção pela acústica do edifício. Os tetos foram realizados em gesso cartonado perfurado e parte das paredes forradas a painéis. Os pisos foram executados com um pavimento flutuante à base de cortiça.

Construção

Reabilitação

Obrigado

Esteja atento à sua caixa de email.

Tentaremos ser o mais breve possível no contacto.